BENVINDOS AO MEU BLOG

Espero que gostem do meu blog, minha intenção é expor os meus pensamentos e sentimentos a todos aqueles que
tiverem vontade de ver e compartilhar um pouquinho de mim...

Fiquem a vontade para postar qualquer comentário..é bom saber a opinião de vocês.

domingo, 11 de dezembro de 2011

NORTE


O silencio é cruel e necessário quando estamos passando por certas fases das nossas vidas, assim podemos encontrar o nosso norte, o ponto exato de equilíbrio entre a sanidade e loucura.

Desintoxico-me do amor que fez tanto mau, aquele amor todo poderoso que um dia quis mudar o mundo e ser o dono do universo. Comparto comigo mesmo a solidão do meu silencio, faço fórmulas para um mundo perfeito criar, como um alquimista de rua que acredita que um dia possa do nada uma riqueza formar.

Vivo este silencio inoportuno, busco uma maneira de deixar de pensar em ti por um segundo e acabar com esta dor para assim seguir em frente.

Não sei se conseguirei, devo confessar, mas a única coisa que me resta é trilhar o meu destino sem ti, guardando no  peito a incerteza de que um dia tudo isso poderia ter dado certo...


4 comentários:

  1. "desintoxicar-se do amor que fez tanto mal....."...desculpa..mas não posso deixar de me perguntar....é possivel isso ?? amor fazer tanto mal???Não acredito que sentimento tão poderoso e maravilhoso possa trazer isso...o mal... Já pensou na possibilidade de que não era amor ???

    ResponderExcluir
  2. Já pensei sim e pode ter certeza de que foi um amor extremamente forte, fez mal porque não pude tê-lo ao meu lado... Vacilei...como disseram algumas vezes.
    Mas isso nunca vai desaparecer de dentro de mim, quero esta pessoa como nunca quis ninguém. Por isso exagero como sempre no que escrevo, para que fique bem claro que este amor foi exageradamente lindo...

    ResponderExcluir
  3. Nossa... que bonito isso !! Pros 2 lados... amar tanto assim e ser amado por alguém tanto assim...Parabéns por se permitir tal sentimento, sem medos...

    ResponderExcluir
  4. Obrigado...
    Não sei exatamente se estou sendo amado proporcionalmente com o que eu amo... mas...Cést la Vie

    ResponderExcluir