BENVINDOS AO MEU BLOG

Espero que gostem do meu blog, minha intenção é expor os meus pensamentos e sentimentos a todos aqueles que
tiverem vontade de ver e compartilhar um pouquinho de mim...

Fiquem a vontade para postar qualquer comentário..é bom saber a opinião de vocês.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

COISA MAL FEITA


Quem, em algum ponto da vida já não fez uma cagada?
Isso acontece em todos os lugares e também com as melhores famílias.
É fácil, basta ter os ingredientes certos e a exata mistura para que tudo vá pelos ares e não deixe nenhum sobrevivente.

Acabei de me unir a esse distinto clube, perdi a cabeça, aliás, como alguém pode perder a cabeça se esta pessoa não existe ou está sempre muito distante ou Invisível?
A verdade é que, quando o meu lado sarcástico e daninho assume as rédeas, a catástrofe está prevista e não há forma de segurar...

Nunca gostei deste meu lado ruim, tento impedir de todas as maneiras que minhas e ações possam comprometer a minha integridade e das pessoas que me rodeiam, mas cheguei à conclusão que, depois de dar muita cabeçada e me sentir inúmeras vezes traído por pessoas e situações, eu deveria ser mais agressivo.

Desde os tempos dos homens das cavernas e até em qualquer sociedade de hoje, seja de seres humanos ou animais irracionais, há uma necessidade de poder e de domínio. Travam-se guerras e fazem-se órfãos para ter o poder em nossas mãos, poder que nubla o pensamento e avermelha os olhos com o sangue que entra em ebulição.
Com minha ira pus a perder algo que tinha de muito valor para mim... Mesmo ferido não deveria haver empregado táticas que, a meu ver eram inteligentes, maliciosas e que transmitiram a mensagem de uma forma firme e certa.

Claro que sempre haverá feridos e aqueles que morrerão pelos outros... As guerras são assim.
Só nos resta curar as feridas e dar graças por havermos sobrevivido.

Meu modo infantil e banal acaba discordando do seu jeito enganador e mendaz.
Este teu jeito que faz com que eu seja uma pequena estrela distante no teu firmamento e que apenas brilha. Se não prestarmos atenção, não conseguiremos notar a sua presença.
E que fiquem sabendo que em toda esta história  “de laranja, nada...”


Nenhum comentário:

Postar um comentário